Os líderes nascem ou são feitos?

lideres que aprendem

“Líderes nascem líderes”. É muito provável que você já tenha se deparado com essa frase, não é mesmo? Embora conceitos como a ultrapassada Teoria dos Traços — que afirmam que algumas pessoas têm o dom nato de liderança, é impossível ignorar que o ser humano é mutável e adaptável. Em outras palavras, é completamente viável que essas habilidades sejam trabalhadas e desenvolvidas.

Se você se interessou pelo tema, continue conosco. Neste post, mostraremos quais são as principais características de liderança e como elas podem ser levadas à maestria por qualquer um que tenha como desejo se tornar um líder de sucesso.

Afinal, nasce-se líder ou torna-se líder?

Conforme falamos, era comum que as pessoas acreditassem que todos os bons líderes já nasciam com o dom. A Teoria dos Traços, por exemplo, buscava reconhecer e determinar características hereditárias diretamente relacionadas à figura do líder. Vários estudiosos que defendiam a tese argumentavam que a liderança era exclusiva a um número restrito de indivíduos com traços que não poderiam ser desenvolvidos por outros.

Embora existam, sim, pessoas que já demonstram características de liderança, desde as primeiras etapas da vida, isso não significa que aqueles que não nascem com o dom, não podem desenvolvê-lo.

Afinal de contas, o que qualifica um líder eficiente não são apenas as suas características natas, como também a maneira com que ele se comporta diante de diversas situações. A capacidade de gerir, motivar e direcionar um grupo de pessoas requer uma gama de habilidades que podem ser adquiridas por meio de experiências, treinamentos, autoconhecimento, foco e dedicação.

Por isso, mesmo com características favoráveis, se os líderes não estiverem em um ambiente propício de desenvolvimento, provavelmente não utilizarão o melhor de suas características.

A liderança é uma competência comportamental e todas as competências comportamentais podem ser aprendidas, a qualquer momento, desde que o indivíduo tenha o desejo de mudar, descubra como fazer a mudança e pratique de forma disciplinada. A prática deve ocorrer, durante o tempo que for necessário, até adquirir a desenvoltura necessária e obter resultados. Mas, vale lembrar que desenvolvimento da liderança não para nunca.

Ignorar isso é afirmar que pessoas naturalmente introvertidas, que não nasceram com o dom da oratória ou que não necessariamente chamam atenção por onde passam, são incapazes de ser bons gestores. Pelo contrário! Aqui, tomaremos como exemplo Nelson Mandela, que de um advogado tímido, por meio de suas vivências, se tornou uma referência mundial de liderança.

Quais são as características de um bons líderes?

Natas ou não, é claro que existe um conjunto de características comuns a um líder de sucesso. A seguir, reunimos as principais.

Boa comunicação

Essa é uma habilidade crucial para quem trabalha liderando pessoas. Aqui, entenda que não estamos falando que é necessário ser extrovertido e conversar com todos a toda hora. O que queremos dizer é que o líder de sucesso sabe passar as mensagens que deseja com clareza, estando também sempre disposto a ouvir e compreender o próximo.

Sendo assim, um líder que trabalha suas habilidades de comunicação já assegura uma boa atuação. Isso porque ele estará apto a ter um bom relacionamento interpessoal com sua equipe, engajando-os, motivando-os, considerando as suas necessidades e fornecendo feedbacks.

Proatividade

A proatividade não só é uma habilidade fundamental a líderes e gestores , como também é uma das características mais observadas pelas empresas na hora de fazer novas contratações. Um líder proativo tem iniciativa, busca conhecimentos contínuos, age prontamente frente a desafios, sabe resolver problemas da melhor forma possível e não espera cobranças de outros. Dessa forma, ele serve como espelho para que os liderados se comportem da mesma forma.

Motivação

Um líder eficiente sabe que somente alcançará bons resultados em sua atuação se souber, de fato, conduzir os liderados, motivando-os a dar o melhor de si e produzir com qualidade. Sendo assim, não só ele deve se manter motivado, como também precisa incentivar os times, valorizando os talentos e reconhecendo os seus esforços.

Resiliência

Resiliência é a capacidade que a pessoa tem em lidar com os problemas, superá-los e até mesmo tirar aprendizados positivos da situação. Essa é, portanto, uma das mais importantes habilidades de liderança, uma vez que o dia a dia do universo corporativo é composto por altos e baixos, além de mudanças constantes.

Por isso, é fundamental que os líderes sejam resilientes, apresentando capacidade de enfrentar crises e desafios, tomar decisões e lidar com os erros da equipe.

Como desenvolver habilidades de líderes efetivos?

Agora que você já sabe que não existem apenas líderes natos, chegou a hora de compreender como é possível trabalhar as habilidades listadas acima e se tornar um gestor reconhecido pela eficácia de sua atuação.

Veja abaixo!

Faça exercícios de autorreflexão e autoconhecimento

O primeiro passo para desenvolver habilidades de liderança e gestão é se conhecer. Somente entendendo os seus pontos fortes e aqueles que precisam ser aprimorados é possível traçar estratégias para alcançar o objetivo desejado. Sendo assim, faça uma lista — se julgar necessário, vale até pegar o papel e a caneta — de suas principais características.

Com base nessas informações, você obterá achados que servirão como guia para o seu desenvolvimento. Por exemplo: “sou empático, mas preciso trabalhar a minha paciência no dia a dia de trabalho”.

Desenvolva suas habilidades em liderança

Conforme comentamos, uma ótima forma de trabalhar habilidades de liderança e gestão é por meio de treinamentos, experiências e conhecimento. Tudo isso pode ser adquirido quando se opta por uma formação ou consultoria focada no desenvolvimento de lideranças.

As melhores formações mesclam teoria e prática, permitindo que o profissional entenda como aplicar o que vem aprendendo, no dia a dia. Por trazerem transformações significativas a curto prazo, cada vez mais empresas entendem que investir no desenvolvimento dos líderes por meio de formações estruturadas e embasadas cientificamente é o melhor caminho para obter retorno sobre o investimento.

Esteja aberto a feedbacks

Saber ouvir e estar aberto a feedbacks, reagindo de forma positiva, é um dos pontos-chave para se tornar um bom líder. Isso demonstra que você tem inteligência emocional para lidar com suas emoções e reações, além estar sempre disposto a aprender com possíveis erros.

Por fim, é válido destacar que o desenvolvimento de habilidades de liderança é ainda mais efetivo quando essa é uma prática adotada por toda a vida. Lembre-se de que bons líderes sempre estão em busca de oportunidades de crescer, se aperfeiçoar e adquirir conhecimentos que aumentam a sua performance.

Gostou das informações do post? Então, compartilhe este conteúdo agora mesmo em suas redes sociais e ajude mais pessoas a entender como desenvolver habilidades de liderança e gestão!

Lília Barbosa & Creoncedes Sampaio

Referências bibliográficas

https://www.theguardian.com/careers/women-leadership-blog/nature-nurture-learn-successful-leader

https://www.forbes.com/sites/erikaandersen/2012/11/21/are-leaders-born-or-made/#683afe0548d5

https://www.hrzone.com/community/blogs/engage-in-learning/5-reasons-why-leaders-are-made-not-born

https://www.theguardian.com/careers/difference-between-leadership-management

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *