O que é gestão de mudanças e qual a sua importância?

Entender a gestão de mudanças é o ponto de partida para lidar bem com um tema que permeia a nossa existência.  Você já passou por um período de mudança na sua vida em que não soube reagir muito bem? De uma forma geral, é improvável que alguém diga que sempre lidou perfeitamente com as alterações ocorridas em sua vida.

Isso acontece porque agir, com sabedoria, diante das mudanças, é uma dificuldade completamente natural.  Um dos maiores desafios na vida de um ser humano é adaptar-se a novas circunstâncias. 

O mesmo fenômeno acontece nas organizações. O contexto, de qualquer empresa e do mercado, sofre transformações continuamente. Por isso, é fundamental saber o que é gestão de mudanças e qual sua importância. É exatamente isso que explicamos neste post. 

O que é gestão de mudanças?

Como o nome sugere, a gestão de mudanças envolve preparar, instrumentalizar e dar apoio para que os indivíduos consigam adotar mudanças, com sucesso, em uma organização, de forma que a empresa cresça e prospere.

Ainda que as mudanças sejam inevitáveis e recorrentes na vida de cada colaborador, existem ações e estratégias de liderança que influenciam como cada pessoa lida com as transições. A gestão de mudanças traz uma abordagem estruturada para que os indivíduos, dentro de uma empresa, consigam se preparar e se conectar com as transformações futuras que garantam a perpetuidade da organização.

Como funciona um processo de mudança?

Para entender melhor o funcionamento de um processo de gestão de mudança é necessário, antes, explicar alguns conceitos. Vamos aos três termos básicos, por hierarquia:

  • modelo de gestão de mudanças: anos de estudos e práticas geraram diversos tipos de modelos de gestão de mudanças, em que são fornecidas estruturas prontas para criação de um plano de gestão de mudanças em uma organização;
  • plano de gestão de mudanças: é desenvolvido para auxiliar a aplicação de uma mudança na empresa. Tipicamente é criado para cada transformação específica e conta com vários processos de gestão de mudanças;
  • processo de gestão de mudanças: é a sequência de passos ou atividades que moverão a mudança, da concepção à aplicação.

Assim, para que um processo de mudança seja implementado adequadamente, é imprescindível que haja clareza sobre como será realizada a transformação e como ela afetará a organização, processos e pessoas. Dessa forma, será possível adotar um modelo de gestão de mudanças, apropriado, para traçar as ações dos processos de gestão de mudanças.

Para que a gestão de mudança tenha eficiência, é necessário que haja diversos tipos de processos distintos na implementação da mudança. Deve existir um processo para o planejamento e teste da mudança, um para garantir a comunicação sobre a mudança, um para agendar e aplicar a mudança na área e públicos envolvidos, um para documentar a mudança e outro para avaliar seus resultados.

Qual a importância da gestão de mudanças para uma organização?

A mudança é uma constante tanto em nossas vidas quanto para as empresas, já que existem vários agentes internos e externos com capacidade para realizar alterações no contexto em que uma organização se encontra em um dado momento.

Seja por ações de um RH estratégico, seja por questões de liderança ou tecnológicas, as mudanças desempenham um papel importante no desenvolvimento de um negócio. A gestão de mudanças serve para garantir que as alterações sejam bem recebidas individualmente.  Isso assegura que cada colaborador seja capaz de se adaptar com eficácia.

Um exemplo comum da necessidade da gestão de mudanças pode ser observado na atualização das tecnologias em empresas brasileiras. Infelizmente, em muitos casos a liderança ainda opta por não dar a devida atenção ao processo de mudança como a troca de um sistema, o que muitas vezes resulta em mal-entendidos, reações adversas e resistência por parte dos funcionários ao novo sistema.

Quais os principais benefícios da gestão de mudança?

Por meio da gestão de mudança será possível ajudar aos líderes e colaboradores a realizar as mudanças comportamentais para entender, comprometer-se e executar  o processo de transformação  da organização. Mas o objetivo final é atingir os resultados de lucratividade, eficiência e/ou crescimento desejados. Essa é a grande entrega de um processo de mudanças estruturado.

Assim, no curto prazo, é possível aliviar a tensão e suavizar os procedimentos internos diante de uma mudança significativa e melhorar o clima organizacional. Da mesma forma, no longo prazo os colaboradores também se sentem mais seguros e estarão preparados para lidar da melhor forma com os impactos da mudança, otimizando recursos e tempo para a empresa.

Por que mudar de forma estruturada, agora?

A maioria dos métodos concorda que toda mudança é difícil e exaustiva. Portanto, quanto mais cedo a empresa se engajar com a gestão de mudança, mais rápido os seus integrantes serão capazes de reagir adequadamente e evitar consequências negativas.

Se a mudança é “a única variável que não muda no mundo”, então, a alternativa mais inteligente seria transformar a gestão de mudanças numa competência organizacional.

O atual ambiente de negócios, não permite mais as companhias ajam de forma amadora rumo  ao futuro desejado. No próximo tópico, entenda os impactos quando as lideranças insistem em conduzir mudanças da forma como sempre fizeram.

 

Quais as consequências de não implementar a gestão de mudanças?

A gestão de mudança afeta tantos aspectos cruciais que a sua adoção já é  determinante para a competitividade da empresa. A consequência direta de não aplicar a gestão de mudanças é a proliferação de mal-entendidos e resistência por parte dos colaboradores. À medida que a mudança ocorre, o quadro se deteriora.  

A partir disso os prejuízos apenas se acumulam: a falta de motivação dos funcionários e o medo tornam o clima organizacional pesado e improdutivo, a incidência de conflitos aumenta e isso pode levar a perdas de grandes talentos Além disso, a falta de comunicação gera erros nos processos e traz prejuízos para a empresa.

Em suma, os recursos desperdiçados, em mudanças mal conduzidas, podem levar a empresa a perdas irreparáveis relacionadas aos clientes, aos colaboradores, investidores e cultura organizacional. 

Como vimos, conhecer o que é gestão de mudanças e saber como aplicá-la é um pré-requisito para qualquer líder conseguir manter sua empresa competitiva. As lideranças de negócios e os líderes de RH ocupam um papel essencial na gestão e implementação de mudanças. 

Continue se aprimorando e não perca nenhum dos nossos conteúdos seguindo nossos perfis no Facebook e no Linkedin.

 

Lília Barbosa & Creoncedes Sampaio

[email protected]/[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *