A Síndrome do Macho Alfa

A síndrome do macho alfa

Os autores demonstram porque tantos machos alfa são bem sucedidos e porque alguns precisam  mudar antes que sabotem a si próprios e suas empresas.

O livro revela um olhar profundo sobre o motivo de os alfas serem como são e sobre como administrar melhor o comportamento alfa – quer seja seu próprio comportamento ou o de alguém com quem ou para quem você trabalha. Ludeman e Eddie Erlanson descrevem a dinâmica diferenciada da síndrome do macho alfa e identificam quatro tipos de alfa:

  • Comandante: o manda-chuva que as pessoas amam ou odeiam.
  • Visionário: aquele que vê um futuro que ninguém enxerga e cujos sonhos podem se revelar impossíveis.
  • Estrategista: o gênio analítico que pode ser um teimoso sabe tudo.
  • Executor: aquele que pode fazer seus colegas e funcionários ficarem estafados.

Os autores mostram como alavancar suas forças únicas e essenciais e ao mesmo tempo como controlar os riscos do seu lado obscuro.

Ao entender as nuances de cada tipo de alfa e fazer os ajustes apropriados em seu comportamento, os alfas podem se transformar em líderes ainda mais eficazes, aumentando o próprio desempenho e o de suas equipes e organizações. Igualmente importante, para aqueles que trabalham com alfas que podem descobrir como canalizar o brilhantismo dos seus colegas alfa no convívio com eles.

(Texto adaptado e retirado do livro A Síndrome do Macho Alfa)

É uma leitura indispensável para os coaches que desejam atuar com líderes. Contribuirá com conceitos e dicas fundamentais em como lidar e trabalhar mudanças com altos executivos ou simplesmente executivos  dotados de personalidade intensa. Para trabalhar com perfis intensos no mundo corporativo e obter resultados positivos, é muito importante que o coach entenda, aprenda e identifique o estilo predominante do seu cliente e se prepare, mil vezes, antes de conduzi-lo em um processo de coaching.

Voltar para livros destaque

Outros livros que você pode gostar: